Webinários SBQ: CHEMISTRY FOR A SUSTAINABLE WORLD

Postado por: Leopoldo Albigesi Barbosa

Webinários SBQ:

CHEMISTRY FOR A SUSTAINABLE WORLD

Tom Welton – Presidente da Royal Society of Chemistry

Moderação: Norberto P. Lopes – Presidente da SBQ 2018-2020

20 de janeiro – 11:00 – youtu.be/6_MhoYbqJ_g

Resumo:

Chemistry for a Sustainable World

Sustainable Chemistry is both the implementation of sustainability in the production and use of chemicals (Green Chemistry) and the application of chemistry and chemical products to enable sustainable development. The UN Sustainable Development Goals provide a framework for the creation of a sustainable common future, in which all the world’s needs are met without compromising the abilities of future generations to provide for their needs. The chemical sciences and chemical scientists have much to offer to all of the SDGs. In this talk I will explore how chemistry is currently contributing to achieving the SDGs, some of the challenges to still be faced and the research that is being conducted to overcome those challenges.

Tom Welton é professor de Química Sustentável no Departamento de Química da Faculdade de Ciências Naturais do Imperial College, em Londres, Inglaterra. Seu principal foco de pesquisa envolve a estrutura e as propriedades de líquidos iônicos e suas misturas. Para mais detalhes, acesse http://www.imperial.ac.uk/people/t.welton.

Os Webinários SBQ constituem uma das frentes do Movimento Química Pós 2022 – Sustentabilidade e Soberania, cujo objetivo é a promoção de reflexões sobre como a Química pode contribuir para a sustentabilidade e a soberania do Brasil; para mais detalhes, veja matéria no Boletim Eletrônico da SBQ nº 1483 (de 21/10/21).

O vídeo do webinário anterior, “Contribuições da Química para o desenvolvimento sustentável: uma visão desde a IUPAC”, proferido no dia 9 de dezembro de 2021 pelo presidente da IUPAC – União Internacional de Química Pura e Aplicada, Prof. Christopher Brett (Univ. de Coimbra, Portugal), está disponível na área da SBQ no YouTube.

Compartilhe:
Veja também